IconeBERBIGÃO DO BOCA PATRIMÔNIO CULTURAL IMATERIAL DE FLORIANÓPOLIS

Em 4 de outubro de 2011, foi aprovado pela Câmara de Vereadores de Florianópolis, o Projeto de Lei Complementar (PLC) de nº 1122/2011, de autoria do Vereador Márcio de Souza, declarando o BERBIGÃO DO BOCA patrimônio cultural imaterial da cidade de Florianópolis.

Similarmente ao Galo da Madrugada, bloco que abre oficialmente o Carnaval de Recife e que já recebeu esta distinção, o BERBIGÃO DO BOCA realiza, durante as 10 horas de duração da festa de abertura do Carnaval de Florianópolis (das 12 as 22 horas), uma série de eventos que buscam resgatar e consolidar as tradições e o folclore da cidade.

O Festival Gastronômico "Prato de Berbigão", que acontece entre as 13 e 16 horas, premia o vencedor com o troféu de melhor berbigãozeiro de Santa Catarina e resgata uma culinária que estava em desuso. 

As mais expressivas personalidades de todos os tempos do nosso Carnaval infelizmente falecidas, são eternizadas como Bonecos na figura de uma Maricota gigante, fazendo o folclórico Boi de Mamão dançar na Festa.

A Bernumboca, alegoria que trás a Bernunça do Boi de Mamão para se divertir com o povo, é uma das entidades mais originais do BERBIGÃO DO BOCA. 

Apresentações da dança do Pau de Fita, performances de artistas de teatro e do cotidiano de nossas ruas, malabaristas, clowns, passistas e mestre-salas e porta-bandeiras das nossas Escolas de Samba, música predominantemente de artistas locais, assim como seus executores, tudo isto fez com que se reconhecesse a festa de abertura do Carnaval de Florianópolis como seu patrimônio cultural, o que orgulha enormemente a toda a nossa Diretoria nas comemorações dos seus 21 anos de sucesso.

Faltam 277 dias para o Berbigão do Boca 2019.